ControleNet orienta empresas diante do desafio do crescimento no volume da dados


A tendência para os próximos anos é de que o volume de dados chegue a níveis estratosféricos. Desde 2011, a quantidade de dados gerados mais do que dobra a cada dois anos, superando a Lei de Moore que previa que o poder de processamento dos computadores dobraria a cada 24 meses. Para controlar e utilizar de forma benéfica toda essa informação é preciso, antes de mais nada, saber lidar com ela.

Por conta disso, a ControleNet, especializada em soluções de armazenamento, apresenta dicas para que empresas, sobretudo as pequenas e médias, saibam lidar com os dados de forma a alavancar sua produtividade.

Saiba como lidar com os dados de forma a alavancar sua produtividade

A questão do volume de dados já vem sendo debatida há algum tempo. Segundo pesquisa realizada por uma empresa de tecnologia em 2012, o investimento corporativo no universo digital aumentou 50 desde 2005 e a previsão é de que até 2020 os departamentos de TI das companhias tenham um número de servidores 10 vezes maior e uma quantidade de informações 50 vezes maior do que hoje.

Atualmente, o maior desafio das empresas ainda é desenvolver a melhor forma de usar os dados para obter informações importantes e relevantes. Nessa busca, muitas empresas pequenas estão começando a entender o poder dos dados para seus negócios e a importância de armazená-los de forma segura e confiável, além de utilizar ferramentas de gestão e proteção de múltiplos dispositivos que possibilitem ganhos de tempo e de rentabilidade.

Confira abaixo algumas dicas da ControleNet para obter o melhor resultado com os dados que sua empresa está armazenando:

  1. Treine sua força de trabalho de T.I: Ao mesmo tempo em que o volume de dados corporativos cresce é preciso encontrar profissionais capazes de gerenciar e tratar esses dados em busca de informações relevantes para as empresas, o que deve levar a uma maior especialização da força de trabalho e de gerenciamento de TI. Segundo Julio Esteves, gerente de marketing da ControleNet, as empresas precisam treinar toda a equipe para entender que sistemas diversos podem se encaixar em um ecossistema de TI amplo e que a responsabilidade sobre o armazenamento e proteção de dados é de todos. "Todas as áreas da empresa precisam entender o funcionamento para fazer pedidos inteligentes e viáveis em relação à storage, gerando um uso mais cuidadoso e estratégico dos dados", afirma Esteves.

  2. Garanta a segurança de seus dispositivos: Estima-se que cerca de 21 de todas as violações de segurança venham da perda ou dano de propriedades físicas da organização (laptop, tablet, telefone, PC etc.). Sendo assim, é preciso proteger esses dispositivos. Softwares de segurança podem ajudar a bloquear, localizar e até mesmo limpar dispositivos assim que eles forem perdidos, roubados ou violados.

  3. Tenha um sistema de armazenamento eficiente, seguro e adequado à sua empresa: Utilize um sistema de armazenamento expansível e acessível, além de adequado a pequenas empresas, como o TS-212 Turbo NAS da Qnap. Esse servidor de armazenamento foi projetado especialmente para empresas de pequeno ou médio porte que desejam compartilhar arquivos, fazer backup ou expandir a capacidade atual de armazenamento de dados de forma segura e com custos relativamente baixos. O QNAP TS-212, além da facilidade de configuração e acesso, mantém seu desempenho elevado mesmo durante um acesso intenso aos serviços de rede do servidor.

"Manter ou não manter os dados armazenados é uma questão que atormenta os pequenos e médios empresários. É preciso garantir que os dados estejam a salvo e sempre disponíveis para a empresa, com um custo acessível. Trabalhamos com algumas soluções como o TS-212, que possibilitam essa paz de espírito", disse Esteves.

  1. Facilite o compartilhamento de dados: Uma das maiores preocupações das empresas deve ser garantir que a informação esteja disponível para as pessoas certas e na hora em que for necessária. Neste quesito o TS-212 também é eficiente, pois possibilita o compartilhamento de arquivos Cross-platform, para que diferentes usuários compartilhem arquivos entre estações. Além disso, o sistema permite criar identificação de usuários e senhas, bem como definir os privilégios e cotas para cada usuário e possibilita que a emprese crie seu próprio servidor FTP usando o Turbo NAS para compartilhar convenientemente os arquivos com seus colaboradores e/ ou clientes. "A prioridade hoje é armazenar tudo, pois não sabemos qual valor podemos obter com uma informação no futuro", explica Esteves.

Fique por dentro do mundo dos storages