O que é NVR? Para que serve e como funciona um Network Video Recorder

Network Video Recorder

O que é Network Video Recorder (NVR)?

NVR ou Network Video Recorder é o equipamento que grava as imagens obtidas por câmeras IP e compõe sistemas para vídeo-segurança em residências, empresas e outras áreas que exigem monitoramento.

O NVR também é considerado uma evolução dos gravadores DVR, antigos sistemas para gravação de imagens CFTV que utilizam câmeras analógicas e cabos coaxiais.

Por ser uma evolução dos sistemas analógicos, sistemas de monitoramento baseados em gravadores NVR possuem mais recursos que seus pares analógicos.

Enquanto um DVR (digital video recorder) utiliza câmeras analógicas para capturar imagens, os NVRs utilizam câmeras IP.

Essas novas câmeras gravam os vídeos diretamente em formato digital (dados), com alta qualidade e possibilita compartilhar o resultado facilmente com outros dispositivos, seja através da rede local, internet, sistemas wireless ou via cabos.

Conheça os melhores storages para monitoramento e CFTV

Definição de NVR

NVR é a sigla para Network Video Recorder. Utilizado para gerenciar e gravar imagens de câmeras IP em sistemas de vídeo-segurança, esses gravadores possuem softwares que centralizam gerenciam as imagens geradas por diversas câmeras.

Enquanto as câmeras analógicas capturam e transportam imagens para serem convertidas em dados no DVR, os NVRs utilizam câmeras IP, que já capturam e enviam as imagens em forma de dados.

Devido essa característica, os sistemas de monitoramento digitais possibilitam configurações que sistemas analógicos não suportam, como o envio de imagens através de câmeras sem fio.

Conheça as melhores Câmeras IP

Quais são as vantagens e desvantagens do gravador NVR?

Vantagens

Por ser um DVR de nova geração, os NVRs solucionaram diversos problemas inerentes aos sistemas de gravação analógicos.

Ao invés de usar cabos coaxiais, os sistemas digitais utilizam o mesmo cabeamento que as redes locais de computadores, fazendo  inclusive o uso de tecnologias como a fibra óptica e sistemas de transmissão de dados wireless.

A flexibilidade de gerenciamento é maior em sistemas NVR, principalmente em instalações que exigem o uso de muitas câmeras.

Por usar o protocolo IP, esses sistemas de monitoramento proporcionam melhor organização na infraestrutura física, são mais fáceis de configurar e permitem atualização do sistema sem grandes problemas.

Outro ponto importante e que merece atenção são as câmeras usadas em cada sistema.

Câmeras analógicas possuem limitações de instalação e uso como exigir a alimentação elétrica por cabo separado, não atingir grandes resoluções e precisarem sempre estar conectada ao DVR para gravar imagens.

Já câmeras IP podem ser conectadas à infraestruturas de redes locais, receber energia pelo cabo de dados (PoE), possuem modelos sem fio e atingem resoluções 8K.

Alguns modelos de câmeras IP podem gravar imagens diretamente em storages, HDs externos, cartões de memória ou serem movimentadas por software, sem que seja necessária a instalação de nenhum módulo mecânico adicional para prover esses recursos.

Porém, a maior vantagem de um sistema vídeo-segurança NVR vai além de utilizar câmeras IP. Essa tecnologia já nasceu digital, por isso é facilmente configurada para entregar imagens em dispositivos de diferentes resoluções como computadores e celulares, centralizar imagens de qualquer parte do mundo num único painel de gerenciamento e ser facilmente gerenciada de qualquer lugar.

Alguns sistemas de monitoramento baseados em IP possuem avançados softwares para a montagem de sistemas de segurança eletrônica, com recursos como reconhecimento facial, criação de cerca eletrônica virtual e leitura de caracteres de placas em tempo real.

Monitoramento remoto de vídeo

Desvantagens

Instalar um DVR é mais fácil que sistemas CFTV baseados em IP, pois nem sempre é necessário contratar especialistas para a instalação, principalmente em sistemas de vídeo-segurança residenciais.

Outro ponto é que, apesar de estarem mais baratos, os NVRs ainda custam mais caro que um gravador analógico.

Porém, identificar corretamente as necessidades e comparar os benefícios entre implementar um NVR ou DVR sempre é necessário para realizar uma boa compra.

Com soluções de armazenamento mais inteligentes chegando no mercado, alguns storages NAS também podem desempenhar o papel de NVR, backup e de sistema de armazenamento, atendendo várias demandas num único produto.

Ao fazer uma análise ponderada sobre quais os reais benefícios de cada solução, um storage NAS pode oferecer mais benefícios que uma solução analógica que presta apenas o serviço de vídeo-monitoramento.

Como funciona um DVR e um NVR

É possível tirar o melhor proveito dos dois mundos?

Como uma grande quantidade de empresas que adotaram os DVRs se mostraram resistentes em substituir a solução de monitoramento instalada, diversos fabricantes integraram em sistemas de monitoramento analógicos alguns recursos para conexão de câmeras IP.

Conhecidos como HVR ou Hybrid Video Recorders, esses equipamentos possuem parte de suas portas para captura de imagens voltadas para câmeras analógicas e parte para câmeras IP.

Infelizmente, esses sistemas híbridos não são a melhor solução, pois não conseguem entregar os preços baixos das soluções analógicas nem a alta tecnologia dos NVRs.

Quais as diferenças entre o DVR, NVR e HVR?

Enquanto um DVR ou Digital Video Recorder é um gravador que recebe as imagens analógicas e as converte para o sinal digital, o HVR recebe sinais tanto no formato analógico como no digital, de acordo com suas conexões.

Câmeras analógicas geralmente utilizam cabos coaxiais para a transmissão, ou algum tipo de conversor de sinal (balun) para utilizar outros tipos de mídia.

Conexão Coaxial e Ethernet

Já os NVRs sempre recebem dados, pois as câmeras IP já capturam as imagens no formato digital.

Enquanto HVRs e DVRs possuem um software incorporado de difícil atualização, os softwares para gerenciar as imagens dos NVRs e servidores de gravação são conhecidos como VMS (video management system) e podem ser facilmente atualizáveis, são escaláveis e possuem diversas tecnologias para melhor monitoramento de ambientes.

Reconhecimento facial, detecção de movimento dentro de áreas configuráveis, localização avançada de objetos e análise avançada de vídeo através de IA são apenas alguns recursos que podem equipar um NVR.

Enquanto as câmeras que equipam sistemas analógicos possuem resolução full HD (1920 x 1080 linhas) que é uma qualidade de imagem considerada média, as câmeras Ip já possuem modelos com resolução 8K (7680 x 4320 linhas).

Na prática esses números significam melhor qualidade das imagens obtidas e maior capacidade de ampliação em caso de necessidade.

Monitoramento remoto de aplicativos

O que considerar ao comprar um NVR?

Comprar um NVR ou DVR exige planejamento. Saber quais as reais possibilidades de uso de cada uma dessas soluções podem evitar custos, dores de cabeça na instalação e entregar melhores resultados de uso.

Saber apenas que os cabos coaxiais dos DVRs são mais grossos que os cabos de rede já poupam um bocado de dor de cabeça.

Além disso, toda câmera analógica precisa de alimentação elétrica, que também ocupa mais espaço que os novos sistemas baseados em IP.

Outro ponto importante é que as câmeras para sistemas analógicos devem estar todas ligadas ao DVR.

Isso implica num acúmulo de cabos num único ponto da estrutura. Já sistemas NVR suportam alimentação pelo próprio cabo de rede e permitem a instalação de câmeras sem fio.

A maioria dos DVRs e HVRs possuem somente um hard disk para a gravação de imagens. Como hard disks estão sempre sujeitos a falhas, a chance de perder as imagens gravadas nesses sistemas sempre existe.

Para empresas ou usuários residenciais que precisam manter suas imagens sempre seguras, sistemas NVR como os fabricados pela Qnap podem ser equipados com mais que um disco num único gabinete e gravar suas imagens em duplicidade, diminuindo assim as chances da perda das imagens.

NVR Qnap com baias para mais de um disco rígido

Quais câmeras são compatíveis com os sistemas NVR?

No início, cada fabricante de NVR buscava compatibilizar seus produtos com o maior número de câmeras possível.

Isso implicava em testar diversos equipamentos, entender como os fabricantes de câmera disponibilizavam os recursos de seus equipamentos e adequar os softwares do sistema de monitoramento.

Com o número crescente de fabricantes, entender quais câmeras Ip eram compatíveis com cada sistema de monitoramento se tornou um grande problema. Assim, em 2008, Sony, Bosh e Axis criaram uma organização para padronizar a parte de comunicação na fabricação de câmeras Ip.

Essa organização foi batizada de Onvif, o mesmo nome adotado ao padrão estabelecido para padronizar a conectividade entre câmeras IP e NVRs.

Assim, ao comprar um NVR vale verificar se o equipamento suporta esse padrão. Além disso, a maioria dos fabricantes de NVR também mantém uma lista de compatibilidade de câmeras em seus websites, facilitando as coisas para usuários iniciantes.

Dúvidas? Fale com nosso especialista!

Quais são as principais tecnologias incorporadas nas câmeras IP?

Para utilizar um gravador NVR é necessário adquirir as câmeras específicas para isso. Com diversos modelos e características de funcionamento, escolher as câmeras IP que integrarão uma solução de monitoramento também exige estudo.

Dentre os diversos modelos, as câmeras Ip compatíveis com os gravadores NVR podem incorporar as seguintes tecnologias:

Wireless/Wi-Fi - Câmeras Ip Wireless/Wi-Fi podem transmitir as imagens sem o uso de cabos, são adaptáveis para vários ambientes e fáceis de instalar. O ponto negativo dessas tecnologias é que essas câmeras também exigem um ponto de energia ativo para conectar a fonte de alimentação.

VGA, HD, Full HD, 4K e 8K - São as resoluções de imagens disponíveis para cada câmera. Quanto maior a resolução, melhor é qualidade das imagens capturadas e maior é o tamanho dos arquivos de dados.

Infravermelho ou visão noturna - Câmeras IP dotadas de visão noturna (infravermelho) são uma boa opção para captação de imagens em locais escuros ou com baixa visibilidade. Essas câmeras são dotadas de sensores que podem captar movimentos através de ondas térmicas.

Panorâmica ou Fish Eye - Essas câmeras são dotadas de lentes que cobrem e capturam uma área maior do ambiente, podendo cobrir até 360 graus. Como cada ambiente exige um tipo de lente, vale a pena consultar um especialista para verificar quais são as melhores alternativas.

Câmeras Poe (Power over Ethernet) – As câmeras IP com recurso PoE podem ser alimentadas pelo mesmo cabo que transmite as imagens. Como a especificação dos cabos de rede também permite fornecer energia, essa facilidade elimina o uso de fontes de alimentação em cada ponto do sistema.

IP44, IP66, IP68 - Esses números representam o índice de proteção do equipamento contra impacto, sujeira, água e outros fatores. Câmeras Ip para instalação em ambientes externos devem ser a prova d´água, por isso possuem especificações diferentes do que câmeras voltadas para instalação nos ambientes internos.

Como escolher corretamente um NVR?

Os NVRs estão cada vez mais presente em nosso cotidiano, seja monitorando residências, comércios, parques, rodovias ou grandes organizações.

Com diversas marcas e modelos, a decisão de qual equipamento CFTV e câmeras escolher deve sempre ser orientada pela necessidade e capacidade de desembolso, sob pena de não se obter os resultados desejados.

Ao instalar um NVR, a primeira premissa é que o sistema funcione corretamente. Como qualquer equipamento de uso contínuo, esses sistemas de gravação também precisam de verificação constante para continuar funcionando.

Os discos rígidos são os maiores responsáveis pela perda de dados (imagens) em qualquer sistema CFTV. Por serem sistemas eletromecânicos, os HDDs tem sua vida útil estimada em 5 anos, desde que instalados e acondicionados corretamente.

Alguns NVRs corporativos como os fabricados pela Qnap possuem diversas proteções contra falhas de hardware, como sistemas de alta disponibilidade com fontes e hard disks redundantes, no-breaks incorporados ao sistema e suporte a memórias SSD.

NVR Qnap, ambiente seguro para armazenar imagens de vigilância

Traga seu projeto e tire suas dúvidas

Escolher um NVR e câmeras Ip pelo melhor preço pode não ser a melhor decisão para quem precisa manter um sistema funcionando 24x7. Traga seu projeto e tire suas dúvidas, somos especialistas em sistemas de CFTV e distribuidores das linhas Seagate, Qnap, WD, Synology e Vivotek para vídeo-segurança.

Junte-se a mais de 40.000 Pessoas e Conheca as Novidades do Mundo: CFTV!

CFTV

Tudo o que você precisa saber sobre soluções de CFTV.

Sistemas de Monitoramento com Câmeras IP e NVR

Sistemas de Monitoramento com Câmeras IP e NVR

Dúvidas sobre DVRs, Câmeras IP ou CFTV? Conheça as principais aplicações dos sistemas de monitoramento e sistemas de segurança para pequenas empresas.

HD para DVR: Quais as diferenças entre HDD p/ PC e sistemas CFTV

HD para DVR: Quais as diferenças entre HDD p/ PC e sistemas CFTV

HD para DVR: Quais as diferenças entre HDD p/ PC e hard disks sistemas CFTV? Saiba mais sobre o assunto e instale o disco certo para cada aplicação.

VMS, O que é Video Management System?

VMS, O que é Video Management System?

VMS, O que é Video Management System? Saiba quais são as diferenças entre um sistema de monitoramento utilizando um servidor ou comprar um NVR.

WhatsApp

Fale Conosco

  • Controle Net Tecnologia LTDA
  • CNPJ: 03.247.280/0001-25
  • Av. dos Carinás, 660 - Moema
  • São Paulo, SP - CEP: 04086-011