histats

HD SATA desktop, Enterprise, HDD NAS ou HD para CFTV?

Diferenas entre as diversas categorias de HD SATA

Conheça as diferenças entre as diversas categorias de HD SATA

A escolha correta do HD é importante para manter seus dados seguros. Entenda as diferenças entre os modelos e faça a escolha certa.

Ao comprar um HD para nosso computador pessoal ou servidor nem sempre atentamos as diversas alternativas existentes. Isso pode significar problemas, principalmente quando não temos informação suficiente sobre qual produto comprar. Apesar de todos serem classificados como discos SATA, cada hard disk possui especificações técnicas distintas, atendendo necessidades específicas e com preços diferentes.
A nomenclatura “HD SATA” não refere-se a um disco rígido específico, e sim ao tipo de comunicação de dados entre a CPU e o disco propriamente dito (SATA: serial AT attachment). Hard disks baseados nessa tecnologia têm como característica comum a comunicação “half-duplex”, ou seja, não conseguem receber e transmitir dados ao mesmo tempo.  Isso não significa que as demais características como rotação, quantidade de pratos e a qualidade dos componentes internos também sejam similares. A interface SATA equipa a maioria dos computadores pessoais, além de uma série de equipamentos como unidades de armazenamento (storages), servidores, videogames, setup box de TV e DVRs. Pensando nisso, os grandes fabricantes implementaram recursos para cada necessidade, diferenciando seus hard disks como mais robustos, econômicos ou velozes.

Um HD SATA para cada necessidade

Um HD SATA para cada necessidade, saiba o que comprar

Os hard disks SATA são facilmente encontrados, porém os modelos mais populares nem sempre conseguem atender as demandas existentes. Ao comprar um HD, velocidade de acesso, espaço de armazenamento, vida útil, robustez e custo são variáveis que devem ser conciliadas com aplicações que exigem performance, robustez ou trabalho multi-usuário, por isso vamos aos tipos de discos e suas aplicações mais comuns.

Com tamanhos físicos variando entre 2.5 e 3.5 polegadas, os discos internos SATA já atingem 12TB e são responsáveis pelo armazenamento das informações na maioria de nossos computadores. A redução do custo por gigabyte, o aumento da velocidade, qualidade e capacidade dos hard drives são constantes e tem facilitado o processo de compra para os HDs, porém após escolher o modelo de sua preferência, questões como essas ainda devem respondidas antes da decisão:

- Quanto custa a interrupção do trabalho numa eventual parada dos HDs do seu computador ou servidor de sua empresa?
- Qual o valor das informações contidas nos discos caso haja um desastre irrecuperável?
- Os discos rígidos estarão preparados para suportar a carga de trabalho no ambiente a ser instalado?
- Em caso de desastre, o fabricante oferece algum plano de contingência para recuperação dos dados?

Perguntas como essa fazem parte de nosso cotidiano, pois a maioria de nossos documentos são guardados nesses discos. Abaixo seguem os principais tipos de HD SATA e suas aplicações mais comuns.

HD SATA desktop

HD SATA desktop

Os HD SATA são os discos mais comuns, encontrados na maioria dos computadores e equipamentos domésticos. Projetados para trabalhar onde o número de acessos geralmente é baixo, possuem tamanho do prato de 2.5" ou 3.5" e velocidade de rotação variando entre 4.200 e 7.200 RPM. Por tratarem-se de produtos para instalação em equipamentos com um único hard disk como computadores pessoais e consoles de games, os HDs desktops possuem firmware que prioriza a gravação das informações em tempo real, sem a preocupação de quanto tempo será gasto. Isso é necessário, pois em caso de falha de comunicação, dados valiosos poderão ser perdidos. Além disso, esses hard disks não suportam ambientes de trabalhos hostis, como instalações em gabinetes ou racks que atingem altas temperaturas ou possuem vibração excessiva. Com menor custo por Terabyte, os discos desktop possuem uma estrutura voltada para uso pessoal, por isso tendem a ter uma vida útil menor e funcionamento instável ao serem instalados nas situações descritas acima.

HD NAS ou HDD NAS

HD NAS ou HDD NAS

Os HD NAS são hard disks para pequenos sistemas de armazenamento e servidores. Classificados como produtos intermediários entre discos desktop e os HD enterprise, esses discos foram projetados para suportar uma carga de trabalho entre 180TB (Seagate Ironwolf e WD Red) e 300TB/ ano (Irowolf Pro e WD Red Pro), são equipados com sensores para sincronismo e controle de vibração do ambiente. Além disso, os HD NAS possuem 5.900 ou 7.200 RPM, suportam acesso multi-usuário, foram desenvolvidos para trabalhar em conjunto (RAID) e possuem garantia da fábrica para recuperação de dados em caso de desastres. Muito utilizado em pequenos servidores e storages com RAID 1, 5, 6 e 10, os discos dessa família são a alternativa mais barata para quem precisa de um sistema confiável para acesso multi-usuário em arranjos até 16 discos.

HDs Seagate HDs Western Digital

HD para CFTV

HD SATA para CFTV

A exigência de um sistema para vídeo vigilância é o funcionamento contínuo ou 24X7. Como descrito anteriormente, discos desktop tem como característica a economia de energia. Isso significa manter o disco em stand-by sempre que possível. Infelizmente, o que é economia de energia em discos desktop também pode ser interrupção no fluxo de gravação de imagens CFTV. Além disso, os HD para CFTV são mais rápidos, robustos e funcionando em arranjos RAID. Isso significa segurança para as imagens armazenadas e performance para gravação de um maior fluxo de informações. A linha Skyhawk Seagate e WD Purple são os atuais representantes voltados para esse mercado, com características exclusivas para equipamentos de vídeo-vigilância, para instalações mono ou multi-drives.

HD Enterprise

HD Enterprise

Mais velozes e robustos entre os discos SATA, os HD enterprise partem de 7.200 RPM, são produzidos para trabalhar 24X7 (24 horas por dia, 7 dias por semana) e possuem maiores períodos de garantia. Com vocação para trabalho intenso, alguns HDD enterprise possuem mais que um prato interno para gravação e leitura dos dados, entregando maior performance e suportando maior carga de trabalho. Como referência, um disco SATA desktop é projetado para transferências na ordem de 80TB/ano enquanto seus pares enterprise suportam até 550TB/ano. Sua arquitetura preza por performance, pois seu firmware (instruções programadas no hardware do HD) foi desenvolvido para permitir vários acessos simultâneos. O hardware para posicionamento e alinhamento das cabeças de leitura e gravação de um HD enterprise possui servo ajuda, ou seja, possui um prato adicional específico para fazer este serviço.
Outro diferencial importante encontra-se na estrutura de remapeamento de setores: HDs em geral possuem recursos para mapear e isolar setores defeituosos. Este processo de reparação é transparente para o usuário e não é necessário remapear setores manualmente.
No entanto, a rotina para remapeamento de setores varia de acordo com o tipo de cada HD. Caso haja um erro na gravação de dados num disco desktop, recuperar as informações e remapear o setor danificado é muito importante, uma vez que não existe redundância na gravação das informações. Isso siginifica que o firmware de um HD desktop foi projetado para priorizar essa recuperação, dedicando o máximo de tempo para a tarefa, podendo atingir vários minutos. 

Comprar HD para servidores e storages é Aqui

A ControleNet é especialista em sistemas de armazenamento e distribuidor de discos para servidores e storages de marcas renomadas como Seagate, Qnap, LaCie e WD. Fale conosco antes de comprar e tire suas dúvidas, temos entrega imediata e o melhor preço do Brasil.

 

 

 

Fique por dentro do mundo dos storages