HD para servidores, storages ou computadores. Qual escolher?


Os discos rígidos que equipam os computadores, servidores e sistemas de armazenamento são de grande importância para nossa vida digital, pois é lá que são armazenadas todas nossas informações, quase sempre acessíveis através de apenas alguns cliques. O problema começa quando esses HDs falham. E todos falham.

A melhor forma de manter dados seguros e não perder nenhuma informação é manter os sistemas de backup em dia, porém a escolha do hard disk correto para cada equipamento é essencial para evitar que problemas apareçam sem aviso.

Discos rígidos internos, parecidos porém totalmente diferentes

Os discos rígidos que equipam computadores, servidores e storages possuem aparência física idêntica e geralmente são conectados através de uma porta SATA (Serial AT Attachment), comum a todos os produtos. A confusão começa porque a tecnologia SATA é responsável somente pela transferência dos dados entre a unidade de processamento do servidor, storage ou computador e o disco rígido propriamente dito, porém cada HD possui características e recursos próprios.

Discos rígidos internos parecidos porém totalmente diferentes

HD SATA, uma família extensa

Além do tamanho físico e capacidade, os HDD SATA possuem velocidades e características técnicas diferentes. Fábricas como Seagate e Western Digital tem gasto milhares de dólares para que seus clientes façam a escolha certa na hora de comprar um HD. De uma forma geral, cada fabricante possui discos para computadores domésticos, workstations, servidores com um disco e sistemas multi-drives, como storages e sistemas de armazenamento de imagens.

HD SATA, uma família extensa

Os hard disks SATA para computadores pessoais

Os hard disks que equipam computadores pessoais e notebooks são os mais baratos e populares do mercado. Além disso, esses discos possuem recursos úteis como o “power saving”, que desliga o disco após algum tempo de inatividade, economizando energia elétrica. Sua vida útil geralmente é menor que seus pares para servidores ou storages e não suportam ambientes de trabalho intensivo ou acesso multi-usuário.

Nesses ambientes (geralmente datacenters e empresas) é comum encontrarmos vários discos e ventoinhas trabalhando simultaneamente no mesmo local físico, gerando maior temperatura, ruído e vibração quando comparado à computadores pessoais com apenas um disco.

Hard disk SATA para computadores pessoais

HD para servidor e storages, trabalho 24X7

Apesar de transferir dados via porta SATA, discos para servidores e sistemas de armazenamento possuem características muito diferentes. Um deles é a capacidade de trabalho 24X7, isto é, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Outro ponto importante é a rotação de trabalho de cada disco: É comum discos que equipam computadores pessoais trabalharem em 5.400 RPM, gerando respostas mais lentas (maior latência) quando comparados aos discos para servidor. Hard disks para servidores e storages geralmente partem de 7.200 e atinge até 15.000 RPM. Além disso, o MTBF (“mean time between failure” ou tempo médio entre falhas) de um HD para servidor é maior, indicando maior confiabilidade do equipamento.

HD para servidores e storage 24x7

Hard disks com sensores de vibração

É comum encontrarmos servidores e sistemas de armazenamento com vários HDs, trabalhando em arranjos conhecidos como RAID (redundant array of independent disks). Isso é ótimo, pois aumenta a velocidade de resposta dos sistemas e a segurança contra falhas. O contra-ponto dessa situação foi o aumento da vibração das instalações, que apesar de imperceptíveis para o ambiente, ocasionavam a morte prematura dos discos.

A solução encontrada pelas fábricas para reduzir o impacto sobre a vida útil dos hard disks foi a instalação de sensores que sincronizam e controlam a gravação das informações, monitorando e sincronizando os motores de cada disco do RAID, diminuindo a vibração e o nível de ruído.

Problemas de CRC

Problemas de CRC (Cyclic Redundancy Check)

A transmissão SATA é muito sensível a eventos como oscilação elétrica. Essas oscilações geram interferência na comunicação disco-computador, impedindo que os dados sejam acessados ou registrados na velocidade usual do sistema. Isso acontece mais frequentemente que imaginamos, porém os HDs possuem mecanismos de correção que mantêm as informações seguras.

O problema é que discos para computadores pessoais gastam muito tempo para se recuperar de tais falhas, ocasionando interrupção temporária no fluxo de informações. Esse evento passa como apenas um pequeno inconveniente, alertando que o HD está chegando ao final de sua vida útil.

Ao instalar erroneamente um ou mais hard disks para computador desktop num servidor, a situação é outra: Ao tentar corrigir a falha de escrita, o disco gasta mais tempo que o previsto naquela operação. Essa interrupção momentânea na transferência de dados desencadeia ações de correção, geralmente causando ainda mais diminuição da velocidade dos discos e a reescrita do conteúdo para outras áreas do volume de armazenamento. Como o arranjo já está instável, esse processo acaba tornando-se cíclico e resulta em parada do sistema.

HD, a escolha correta tem melhor relação custo X benefício

Em resumo, a escolha do HD certo é tão importante quanto a escolha do próprio servidor ou storage. Variáveis como tempo de trabalho por ano, número de discos do arranjo, velocidade, espaço de armazenamento e quantidade de acessos simultâneos ao sistema são apenas algumas variáveis a serem consideradas. Por hora vamos abordar apenas os tipos de HDs SATA.

Dentre as considerações necessárias sobre que discos utilizar, temos:

  • Quanto custa a interrupção no fornecimento dos dados em caso de eventual parada dos HDs?
  • Qual o valor das informações contidas nos discos?
  • Quanto tempo será necessário para reestabelecer o sistema em caso de pane?
  • Qual será o ambiente físico de trabalho dos HDs?
  • Qual o tempo de uso/ano previsto para esse arranjo (hard disk)?

Cada tipo de hard disk possui característica própria com vantagens e desvantagens. Tudo isso deve ser analisado como um todo antes da implementação de o projeto.

HD para servidor, storages e HDD NAS

Ao definir soluções de armazenamento como unidades NAS, o HDD tem um lugar de destaque nas preocupações dos profissionais de TI. A escolha certa de um HDD NAS é a garantia de segurança para as informações e maior vida útil para o sistema. A ControleNet possui profissionais qualificados para identificar e indicar os melhores hard disks para servidores e storages. Fale conosco e esclareça suas dúvidas.

Fique por dentro do mundo dos storages