Qual é a diferença entre Cold storage e Hot storage?

Hot storage ou “dados quentes" são aqueles acessados com maior frequência e que exigem respostas mais rápidas do sistema de armazenamento e geralmente consomem maiores investimentos em infraestrutura.

Já o cold storage ou “dados frios” são os dados acessados com menor frequência, por isso podem ser armazenados em sistemas mais lentos e, consequentemente, mais baratos.

Hot e Cold Storage, Qnap TS-832X e Drive LTO

Armazenamento frio (cold storage)

Grandes bibliotecas de dados consomem muitos recursos dos servidores e sistemas de armazenamento de uma infraestrutura de TI, por isso manter as informações pouco acessadas em storages corporativos sempre custou muito caro.

Sabendo disso, muitos administradores de TI deslocam os dados menos importantes para sistemas secundários, melhorando a performance do sistema principal e reduzindo os investimentos totais em storage.

Até pouco tempo atrás, os drives de fitas LTO eram os grandes responsáveis por reter o cold storage. Como os preços dos storages baseados em discos SATA estão cada vez menores, muitas empresas tem optado por trocar os antigos sistemas de fitas por novos baseados em disco.

Essa troca resulta numa recuperação de dados mais veloz e maior facilidade para controlar a qualidade da informação, uma vez que hard disks são mais flexíveis que as fitas LTO.

Sistemas All Flash não são baratos

O armazenamento primário de alto desempenho geralmente utiliza soluções como sistemas all flash, que não são projetados para manter dados inativos por prazos longos ou tempo indeterminado.

Assim, determinar quais dados ficarão no sistema principal e quais serão movidos para o armazenamento mais barato é estratégico para qualquer organização.

All Flash Storage Qnap ao lado de um SSD Seagate IronWolf 110

As prioridades de qualquer projeto para implementação de um sistema cold storage devem incluir a importância da informação, a periodicidade do acesso, o crescimento da base e durabilidade de dados.

A recuperação de dados para o “hot storage” e o tempo de resposta também são variáveis que devem ser consideradas.

Serviços de cold storage na nuvem

Amazon Glacier, Google Cloud Storage Nearline e o Microsoft Azure Cool Blob Storage são alguns serviços de nuvem pública para cold storage.

O problema é que manter o cold storage na nuvem entrega o controle total da operação ao provedor, gerando dúvidas sobre temas como a privacidade, segurança, qualidade na entrega do serviço, tempo de atendimento e evolução de custos.

Além disso, a recuperação de dados e o tempo de resposta para quem opta por manter o armazenamento em nuvem sempre serão mais lentos e dispendiosos que sistemas cold storage projetados dentro do ambiente de produção.

Aplicações locais com cold storage realizado em storages NAS de baixo custo são mais efetivas, pois não utilizam links de conexão e não cobram mensalidade.

Esses equipamentos também oferecem maior disponibilidade de dados, a um custo próximo as alternativas de armazenamento em nuvem vendidas pela Amazon, Google ou Microsoft.

Conheça a linha de storages all flash Seagate

Armazenamento quente (Hot Storage)

O armazenamento quente (hot storage) são dados que precisam ser acessados imediatamente. Se as informações armazenadas forem críticas para os negócios e você não puder esperar por elas quando precisar, esse é um forte indício para classificá-las como hot storage.

Para obter o acesso rápido aos dados é necessário contar com sistemas de alta performance como flash storages de classe corporativa.

Como o conceito “rápido” é subjetivo, o armazenamento de dados através de hybrid storages com armazenamento em camadas (tiering) pode servir de solução, por isso vale se aprofundar no assunto.

Quanto mais quente o serviço, maior a probabilidade de precisar de storages e servidores velozes, os protocolos de transporte mais rápidos e estar localizado próximo ao cliente ou em várias regiões, conforme cada caso.

Hybrid Storage Qnap TVS-882 e TS-932X

Independentemente do equipamento/mídia utilizado, as cargas de trabalho no armazenamento de dados hot storage exigem tempos de resposta rápidos e consistentes.

Alguns exemplos dos usos desse tipo de armazenamento seriam virtualização, edição de vídeo interativa, grandes bancos de dados, conteúdo da Web, transações on-line e afins.

Os serviços de armazenamento a quente também são personalizados para cargas de trabalho com muitas transações pequenas, como a captura de dados de telemetria, serviços de mensagens e transformação de dados.

O que é hot storage em nuvem?

O serviço de nuvem geralmente propõe flexibilidade na entrega de dados como plataformas escaláveis, cobrança por uso e pela alocação dinâmica de servidores.

Dúvidas? Fale com nosso especialista!

A estruturação do armazenamento de dados pela temperatura é uma ferramenta usada principalmente por grandes provedores de armazenamento em nuvem como Amazon, Microsoft e Google.

Apesar de algumas plataformas serem vendidas como escaláveis, a integração de aplicações com esses ambientes nem sempre é totalmente amigável ou funcional, gerando lentidão na entrega de serviços, sistemas instáveis e expectativas não atendidas.

Por tratar-se de um recurso voltado para o mercado corporativo, contratar serviços o armazenamento em camadas em nuvem nem sempre traz o resultado desejado, por isso muitas empresas acabam retornando as aplicações para suas antigas redes privadas .

Como o preço desses serviços também é sob demanda, muitas vezes a previsão de investimento foge do controle. Muitas empresas tem optado por comprar seus próprios cloud storages, como os fabricados pela Infortrend, que entregam um modelo econômico para o armazenamento em camadas através da nuvem.

Por meio da inovação e eficiência, muitas infraestruturas de TI são capazes de oferecer armazenamento em nuvem para pequenas e médias empresas ao custo de cold storage, mas com o desempenho e a disponibilidade de hot storage.

Hot Storage em nuvem, Infortrend

Consulte-nos, somos especialistas em Armazenamento de dados

A ControleNet oferece servidores NAS que permitem a criação de ambientes de nuvem para residência e empresas, oferecendo os mesmos recursos de gerenciamento que os principais serviços de armazenamento em nuvem do mercado.

Dentre as vantagens de implementar uma nuvem privada está o fato de maior controle sobre os dados e ambientes, ausência de mensalidades e maior privacidade dos dados armazenados. Fale com nossos especialistas e saiba mais sobre o assunto.

Junte-se a mais de 40.000 Pessoas e Conheca as Novidades do Mundo: Armazenamento de dados!

Armazenamento de dados

Tudo o que você precisa saber sobre soluções de Armazenamento de dados.

SATA vs SAS, Qual a diferença desses hard disks?

SATA vs SAS, Qual a diferença desses hard disks?

SATA vs SAS - Qual a diferença desses hard disks? Saiba mais sobre essas tecnologias e tire suas dúvidas sobre qual disco comprar com especialistas.

Servidor NAS, conheça os conceitos básicos sobre o assunto.

Servidor NAS, conheça os conceitos básicos sobre o assunto.

Network attached storage: O que é, para que serve e como surgiu. Informações sobre o sistema de armazenamento de maior sucesso no mercado de TI.

3 equipamentos da QNAP que protege seus dados contra o Ransomware

3 equipamentos da QNAP que protege seus dados contra o Ransomware

Listamos 3 equipamentos Qnap que podem prevenir que seus dados sejam perdidos por conta de um ataque Ransomware ou qualquer outro tipo de malware.

Fale Conosco

  • Controle Net Tecnologia LTDA
  • CNPJ: 03.247.280/0001-25
  • Av. dos Carinás, 660 - Moema
  • São Paulo, SP - CEP: 04086-011