Atendimento por WhatsApp

Práticas recomendadas de backup e recuperação de banco de dados

Qualquer computador ou sistema operacional pode travar; qualquer um pode cometer erros e desastres podem acontecer quando se menos espera.

Práticas recomendadas para backup e recuperação de banco de dados são essenciais para a administração bem-sucedida de um negócio, considerando a possibilidade de falhas em sistemas operacionais, erros humanos e desastres imprevisíveis.

É importante que as empresas planejem e implementem sistemas para proteção do ambiente de TI com antecedência, utilizando servidores externos ou unidades separadas para armazenamento de informações, para garantir a recuperação do sistema em caso de necessidade.

A falta de implementação desses sistemas dificulta a recuperação de dados e pode resultar na perda de informações importantes.

Práticas recomendadas de backup e recuperação de banco de dados

O que é backup?

Backup é uma estratégia que consiste em fazer uma cópia segura de um sistema ou dispositivo, tendo como objetivo garantir a disponibilidade das informações em caso de perda ou corrupção dos arquivos originais.

Essas cópias, podem ser armazenadas em dispositivos externos, unidades separadas ou em nuvem por meio de diferentes técnicas como a cópia completa, diferencial, incremental ou remota.

A escolha do tipo de solução de armazenamento ideal dependerá das necessidades e da importância dos dados que precisam ser armazenados.

Integridade dos dados em backup

A integridade da cópias e a velocidade das restaurações do ambiente de produção devem fazer parte dos objetivos de controle de TI de qualquer empresa, não podendo ser negligenciadas. Essa capacidade é uma parte vital para garantir a continuidade dos negócios e a disponibilidade dos serviços.

Quando uma gravação é feita, é necessário garantir que os dados copiados sejam idênticos aos originais, sem erros ou corrupções.

Se as cópias não estiverem íntegras, a restauração dos arquivos pode ser inútil ou até mesmo prejudicar a operação do sistema, afetando o desempenho da empresa e a confiança dos clientes.

Nesse sentido, ter boas práticas para o backup e recuperação de dados é fundamental para garantir a integridade, a viabilidade e a segurança das aplicações e arquivos críticos para o usuário.

Conheça os melhores storages para backup

7 Práticas de backup e recuperação de dados

Embora ninguém tenha o poder de controlar todos os imprevistos que acontecem em uma empresa, há maneiras de se preparar para caso o pior aconteça.

Uma estratégia eficaz de backup e recuperação de dados não apenas evita que sua empresa perca arquivos importantes, como também oferece segurança escalável, risco reduzido de perda e gerenciamento fácil.

Vamos conhecer adiante as melhores práticas para que sua organização opere de forma segura e sem instabilidades caso algum processo falhe ou haja perda de infomações importantes.

1. Defina o que precisa estar no backup

A finalidade de um sistema de backup é criar cópias de dados que você pode recuperar o ambiente quando seus sistemas primários falharem. Essas falhas podem ser causadas por inúmeras razões, como falha de software e hardware, corrupção, ataques de ransomware, exclusão acidental dos arquivos, entre outros.

Nesse sentido, é essencial estipular as prioridades do que precisa estar no backup. Seja um software, arquivos de clientes, apresentações, ou o que julgar essencial.

As cópias dos arquivos importantes permitem a restauração de um momento anterior para ajudar uma empresa a se recuperar rapidamente de um evento não planejado.

Considerando que dados ocupam espaço de armazenamento e também possuem um custo associado, é fundamental saber escolher quais os arquivos serão mantidos no processo. Logo, é importante definir a prioridade, mantendo os mais importantes em segurança.

2. Desenvolva uma política de retenção de dados

Tão importante quanto saber o que se manter em backup é ter uma política de retenção destes dados, que define quanto tempo os arquivos devem ser mantidos antes de serem descartados, com base nas necessidades de negócios e conforme as leis e regulamentações aplicáveis.

Para desenvolver este procedimento, é preciso considerar os tipos de arquivo que serão armazenados, o período de tempo que devem ser mantidos, a frequência das cópias e as limitações de armazenamento disponíveis.

Assim, para garantir a eficiência do ambiente em nuvem, é necessário ter a configuração adequada de hardware e software, levando em conta aspectos como durabilidade, disponibilidade ou escalabilidade.

Este processo ajuda a evitar problemas maiores em caso de falhas, perda, ataque ou corrupção do sistema.

3. Determine um local seguro onde será feito o backup dos sistemas e arquivos

O objetivo do backup é garantir recuperação do ambiente e dos serviços de forma segura. Por isso, é importante escolher um local seguro para armazená-los.

Existem vários tipos de dispositivos de armazenamento, mas nem todos são seguros ou confiáveis. Discos rígidos externos, unidades flash e fitas são alguns dos exemplos mais populares, entretanto, pouco a pouco estão sendo substituídos por dispositivos mais modernos e seguros.

Os storages NAS são dispositivos de armazenamento em rede que oferecem alto grau de confiabilidade e segurança para os dados.

Já os serviços em nuvem são populares, mas é preciso estar ciente de que os provedores do serviço serão os responsáveis pelos suas informações, ou seja, isso significa que você não terá todo o controle dos seus arquivos.

Determine um local seguro onde será feito o backup dos sistemas e arquivos

4. Indique quem será o responsável pela realização de backups

Além de realizar todos os pontos já destacados, é importante ter bem definido o responsável por fazer e conferir a integridade dos arquivos copiados.

O responsável pode ser uma pessoa com alto conhecimento em tecnologia e informática, como um profissional de TI, uma equipe especializada ou até mesmo ser um terceirizado contratado.

Independentemente de quem seja, é importante sempre ter definido o responsável (ou responsáveis) que manterão as cópias sempre atualizadas, nos locais e prazos estipulados.

Afinal, deixar de realizá-los, pode significar a sua perda total, representando assim, um prejuízo sem precedentes para a sua empresa ou organização.

5. Estipule os prazos com base na criticidade do negócio

Dependendo dos tipos de dados necessários para manter sua empresa funcionando, você pode optar por fazer a cópia diariamente, semanalmente ou até mensalmente.

A grande maioria das empresas opta por realizá-los todos os dias ou em um dia específico da semana. Este procedimento será fundamental para mantê-los sempre atualizados.

Você pode configurar uma operação flexível para cópia, usando sua própria arquitetura, ou fazer uso de soluções disponíveis de Backup como Serviço (BaaS), misturando-as com o armazenamento local.

Além disso, reter várias cópias de suas aplicações e arquivos oferece a flexibilidade e segurança para restaurar seus sistemas de diversos pontos do tempo caso haja algum ataque mal-intencionado, falha de hardware ou corrupção de arquivos.

Assim, você precisa decidir se necessita de uma solução de curto ou longo prazo e se a opção de curto prazo custa mais do que a de longo prazo.

Dúvidas? Fale com nosso especialista!

6. Estabeleça e teste o processo de restauração de dados

Manter os dados seguros é uma parte importante do processo, mas, mais ainda é saber que de fato eles são viáveis para uma possível restauração.

Neste sentido, os testes de restauração do ambiente e do sistema também são itens essenciais que compõem as boas práticas de backup e recuperação dos dados.

O cronograma de testes deve incluir todas as atividades do processo e teste de recuperação simulados conforme necessário. Além disso, a ferramenta de backup e os recursos de rede usados podem ser especificados.

Um agendamento pode ajudar a manter os sistemas de produção operando com desempenho máximo, fazendo a cópia dos aplicativos e arquivos ocorrendo fora dos agendamentos de produção.

Portanto, sempre que possível, realize testes e verifique se as aplicações e os arquivos de backup estão válidos e atualizados.

7. Indique locais alternativos para que sistemas e dados possam ser restaurados

Em caso de desastres naturais, falhas de hardware ou outras situações que impeçam o acesso ao ambiente principal de TI, é importante ter locais alternativos para restauração do ambiente.

As plataformas baseadas em nuvem são uma opção popular para hospedar dados e sistemas, oferecendo recursos de processamento, armazenamento e backup, além de recursos para recuperação de desastres, que permitem a replicação de máquinas virtuais em um local secundário.

Dispositivos de armazenamento externo, como discos rígidos externos ou unidades flash USB, também podem ser usados para fazer a cópia dos sistemas, permitindo uma rápida restauração em caso de falha. Porém, é importante mantê-los em locais seguros para evitar danos físicos, desastres e roubo.

Lembre-se de testar regularmente os locais alternativos para garantir a eficiência da recuperação de sistemas e dados.

Conheça a linha de NAS Infortrend

Importância das boas práticas do backup

O backup e recuperação de dados são essenciais para a continuidade dos negócios em caso de desastres técnicos, de equipamentos ou humanos, permitindo uma rápida recuperação em caso de necessidade.

Com a crescente dependência da alta disponibilidade, a tolerância ao tempo de inatividade diminuiu significativamente, o que destaca a importância de boas práticas de segurança.

É comum encontrar empresas que mantêm suas aplicações apenas em suas máquinas, o que as torna vulneráveis a desastres que podem ter efeitos devastadores nos negócios.

Por isso, armazenar uma cópia dos dados em uma mídia separada é necessário para evitar corrupção ou perda de arquivos importantes.

O dispositivo de armazenamento adicional pode ser tão simples quanto um pendrive ou disco rígido externo, ou ainda, mais substancial, como uma unidade de fita ou mídia de armazenamento em disco. O  backup na nuvem, apesar de popular, não oferece privacidade ou controle do ambiente.

Já os dispositivos como storages são mais seguros, já que permitem criar uma nuvem privada e possibilita o armazenamento local, tornando-se uma ótima solução para fazer a cópia dos seus documentos.

Onde armazenar o backup dos dados?

O armazenamento de dados é uma questão crucial para qualquer empresa ou organização que busca garantir a continuidade das suas operações em caso de falhas ou desastres.

Existem diferentes opções para o armazenamento dos arquivos de cópia disponíveis, cada uma com suas vantagens e desvantagens.

Onde armazenar o backup dos dados?

Uma opção é o armazenamento local em discos rígidos externos, unidades flash USB ou fitas magnéticas. Embora seja relativamente barato e ofereça mais controle sobre os arquivos armazenados, essas soluções são mais vulneráveis a danos físicos, roubo ou perda devido a desastres naturais.

Outra opção é o armazenamento em nuvem, que oferece maior escalabilidade, flexibilidade e segurança. Embora seja acessível de qualquer lugar e a qualquer momento, a empresa não tem total controle sobre os dados, uma vez que os provedores de nuvem são responsáveis pelo ambiente.

O armazenamento em storages NAS é outra opção popular, que oferece alto grau de confiabilidade e segurança para os arquivos. Isso ocorre porque esses dispositivos possuem várias unidades de disco rígido em RAID, o que garante maior segurança contra falhas de hardware e perda de dados.

Cada opção tem seus prós e contras, e a escolha depende das necessidades e do orçamento da empresa. O armazenamento em storages NAS pode ser mais caro a curto prazo, mas oferece o melhor custo-benefício a longo prazo. É importante avaliar todas as opções disponíveis antes de decidir qual é a melhor para o seu projeto.

Traga seu projeto e tire todas as suas dúvidas. Somos especialistas em servidores, sistemas de armazenamento e soluções de backup.

Produtos recomendados:

Fale com o especialista
(11) 3475-5000
Produtos relacionados:

Rede de Computadores

Tudo o que você precisa saber sobre soluções de Rede de Computadores.

Network Switches: O que é e como funciona um switch de rede
Network Switches: O que é e como funciona um switch de rede

Network Switches: Saiba o que são, como funcionam e quais são os principais tipos de switches de rede.

Melhor roteador para empresa: Saiba como escolher!
Melhor roteador para empresa: Saiba como escolher!

Procurando o melhor roteador para a sua empresa? Descubra como escolher o melhor equipamento para a sua rede corporativa.