O que é renderização ou render?

Renderização é o processamento para combinação de um material bruto digitalizado como imagens, vídeos ou áudio e os recursos incorporados ao software como transições, legendas e efeitos. Esse processo transforma um ou mais arquivos num único resultado final, unificando esses elementos com objetivo de melhorar a experiência do usuário.

Esse processo exige muito do hardware, principalmente do processador, por isso algumas vezes somos obrigados a aguardar a "liberação do resultado" antes de acessar um arquivo de áudio ou visualizar um vídeo que foi editado. Editores de vídeo como o Final Cut, Adobe Premiere ou Vegas, de áudio como o Pro Tools, Cubase ou AudaCity e softwares de modelagem 3D como Maya, SckechUp entre outros precisam renderizar os projetos antes de entregar o resultado final. 

O que é renderização?

Tipos de renderização

Apesar do computador sempre realizar processamento ao integrar novos elementos a qualquer projeto, o que qualifica o tipo de renderização é a velocidade do processo realizado pelo computador. Em geral o render é qualificado como:

  • Renderização em tempo real
  • Renderização off-line ou Pré-renderização

Renderização em tempo real

Muito utilizada no mundo gamer, a renderização em tempo real processa as informações em alta velocidade e apresenta para o usuário, de uma forma quase que instantânea, seus cenários gráficos durante a partida. Por se tratar de um ambiente não controlado onde o jogador tem a liberdade de escolher o que fazer durante o jogo, as imagens devem ser renderizadas (criadas) de forma automática e em tempo real, de acordo com cada ação. Com a evolução constante dos processadores gráficos dedicados (GPU), a grande maioria dos jogos utiliza a placa gráfica do computador para armazenar e processar as imagens, melhorando assim velocidade na montagem dos ambientes e na entrega das cenas, entregando um resultado que simula um filme.

Renderização em tempo real

Renderização off-line ou pré-renderização

A renderização off-line não prioriza ou consegue a performance necessária para entrega do projeto em tempo real. A velocidade de entrega nem sempre é um problema e em alguns casos a quantidade / complexidade dos cálculos não permite que o computador faça a exibição do resultado instantaneamente. Nesses casos, os cálculos de render são realizados pela CPU (processador) principal com o auxílio da memória e do processamento da placa gráfica. Esse processo também exige um sistema de discos veloz uma vez que a atividade de escrita também é muito exigida.

Projetos de animação 3D, plantas de arquitetura e a edição de áudio e vídeo são alguns exemplos onde o uso da renderização off-line é maior, pois os efeitos visuais são mais complexos e exigem mais do conjunto hardware / software. Temos 3 grandes grupos de aplicações de render off-line:

Renderização de vídeo

A renderização de vídeo acontece ao combinarmos um conjunto de elementos como vídeos, arquivos de áudio, clipes de animação digital e efeitos. Esse processo começa com a integração dos arquivo(s) da filmagem(s) bruta com a inserção de efeitos, legendas e trilhas de áudio através do uso de um software de edição de vídeo profissional, sempre com o intuito de melhorar o produto final.

Em alguns casos uma pré renderização é executada antes que o processo de renderização principal seja feito. Nesse método, um esboço em baixa resolução é montado para alinhar os elementos, utilizando-se os vídeos, áudio e as transições já definidas. Gradualmente, os modelos e os contornos são aprimorados até que todos elementos estejam alinhados corretamente e estejam prontos para renderização final.

O tempo da renderização de vídeo pode variar de alguns segundos a várias semanas, de acordo com os elementos que estão sendo agrupados, da resolução das imagens ou da duração dos vídeos. Um vídeo com efeitos digitais mínimos e de curta duração pode ser renderizado em apenas alguns minutos enquanto uma animação de longa duração pode levar várias semanas e exigir uma ilha de edição com alto poder de processamento.

Renderização de vídeo

Renderização de imagem 3D

Os projetos de renderização em 3D, muito utilizados por arquitetos e designers, consiste em criar modelos tridimensionais básicos a partir de um software de simulação, definindo a forma e o modelo de um objeto de acordo com o desejo do usuário. Com esse tipo de aplicativo é possível aplicar recursos como texturas, iluminação na superfície ou modificar a aparência do objeto. Essas alterações exigem renderização antes da entrega do resultado final em 3D.

O processo de render 3D também utiliza as GPUs  para processar os cálculos e exibir uma simulação da imagem ao final do processo e, quanto maior o poder da placa gráfica, melhor o desempenho do computador para a apresentação da imagem.

Geralmente softwares de edição 3D apresentam opções para renderização em tempo real, diminuindo a qualidade das cenas para visualização prévia do projeto sem que haja necessidade de renderizar o conteúdo toda hora. Esse procedimento também exige muito do computador, especialmente do processador, memórias e da placa gráfica dedicada.

Renderização de imagem 3D

Renderização de áudio

Como no processo de renderização de vídeo, os projetos de áudio auxiliados por software permitem a inserção de diversos efeitos durante a edição, como o reverb, chorus, auto-tune, etc. E assim como nas situações anteriores, os projetos de áudio de curta duração e/ou poucos efeitos também podem ser renderizados em tempo real, porém a edição de áudio pode tornar-se um assunto complexo, com muitas faixas e efeitos, onde nem mesmo o computador mais poderoso consegue reproduzir o resultado imediatamente, exigindo-se assim o render off-line.

Renderização de Áudio

Hardware e software

O processo de renderização utilizado pelos diferentes softwares quase sempre é uma frustração para os usuários que não tem tempo a perder. O uso intensivo dos recursos do hardware por vezes acaba diminuindo a produtividade em função de algum gargalo no processamento do projeto. A melhor forma de diminuir esse tempo de processamento é entender qual é a maior demanda do sistema e escolher componentes condizentes com cada aplicação. Somos especialistas em discos de alta performance para renderização e estamos a disposição para auxilia-lo em seu projeto.

Fique por dentro do mundo dos storages