Preço não é tudo ao comprar um drive SSD, conheça as diferenças

Preço não é tudo ao comprar um drive SSD

Instalar módulos de memória SSD pode otimizar a performance e trazer mais segurança para o sistema de armazenamento de servidores, computadores e notebooks.

Por isso muitos usuários tem optado por essa tecnologia para atualizar seus equipamentos, substituindo os hard disks em uso por novos módulos SSD.

SSD, custo benefício

Com um mercado repleto de opções, comprar um SSD é um exercício que parece ser simples, mas pode levar a erros irreparáveis.

Características técnicas como capacidade, preço e disponibilidade são os pontos mais comuns considerados, mas estão longe de serem os únicos necessários para uma boa compra.

O que poucos sabem é que as memórias flash possuem modelos com diferentes características técnicas, que foram desenvolvidos para diferentes aplicações e com preços que variam de acordo com cada demanda.

Módulos SSD para computadores ou servidores

Os módulos flash são classificados em dois grandes grupos, as memórias para uso geral ou doméstico e os módulos flash corporativos, utilizados em aplicações empresariais.

As memórias SSD mais encontradas no mercado são as de uso geral, utilizadas principalmente em computadores residenciais, mais baratas e com menor vida útil que seus pares corporativos.

Já os módulos flash empresariais são voltados para servidores, storages e outros dispositivos de datacenters. Esses módulos geralmente custam mais caro, mas o preço não é o único fator que os difere.

Conheça as Soluções All Flash Storage

As memórias NAND

Os módulos NAND são os principais componentes usados na fabricação de SSDs. NANDs são memórias não voláteis, ou seja, não requerem energia para reter ou armazenar os dados gravados.

Isso significa que um SSD pode reter e manter seguras todas as informações registradas, mesmo que acabe a energia ou o equipamento seja desligado.

Essencialmente, todos os dados são registrados eletricamente nas memórias NAND em estruturas lógicas chamadas células.

Como cada tipo de célula suporta uma quantidade limitada de gravação durante sua vida útil, por isso quanto mais gravações cada célula suportar, maior será o preço do SSD.

Muito utilizada em outros produtos de consumo, a tecnologia NAND está presente na maioria dos dispositivos eletrônicos.

Cartões SD de câmeras digitais, pen-drives USB, smartphones e módulos SSDs utilizam esse tipo de memórias flash em seus sistemas de armazenamento.

Cada tipo de SSD pode ter um ou mais níveis de camadas de células, e quanto mais camadas, maior será a capacidade de armazenamento disponibilizada.

Assim, podemos encontrar no mercado memórias com o padrão SLC (Single Level Cell), MLC (Multi-Level Cell), eMLC (Enterprise Multi-Level Cell), TLC (Triple Level Cell), RAIN (Redundant Array of Independent NAND) e a 3D NAND (3D V-NAND).

Os tipos de NAND

Os tipos de NAND

SLC NAND

Os módulos flash SLC possuem uma única camada de células e fornecem alto desempenho, mas custam mais caro que outros tipos de memória flash.

Além disso, essas memórias apresentam melhor resistência de gravação/regravação do que outros SSDs, possibilitando que os dados possam ser gravados e reescritos mais vezes antes que perder o desempenho.

Os SSDs com chips de memória NAND SLC não possuem espaço no mercado doméstico devido ao alto preço por GB, mas são encontrados em unidades SSDs para servidores e storages corporativos.

MLC NAND

Nos últimos anos, a tecnologia MLC foi a escolha certa para a fabricação de sistemas corporativos baseados em unidades de estado sólido (SSD) como os storages all flash corporativos.

Embora um pouco mais lentos que as memórias SLC, os módulos MLC podem ser produzidos a um custo muito menor, por isso foram o principal tipo de memória flash usada em sistemas de armazenamento e servidores comerciais.

eMLC NAND

O eMLC é um tipo de memória MLC mais barato, voltado para uso em pequenos servidores e estações de trabalho de alta velocidade.

Essa tecnologia apresenta maior resistência de gravação / regravação do que os módulos MLC, mas também são inferiores aos sistemas SLC. TLC NAND tecnologia TLC é um tipo de MLC de baixa velocidade, projetado para uso em unidades SSDs de baixo custo.

Amplamente utilizadas como substitutas dos hard disks SATA, as unidades SSD TLC custam pouco, mas possuem menor vida útil e menor resistência de gravação/regravação que as demais tecnologias.

QLC NAND

Quad-Layer Cell é a mais recente arquitetura NAND, oferece 33% mais densidade de bits em relação ao TLC por isso consegue oferecer mais capacidade de armazenamento por preços menores.

Apesar do baixo custo de produção, as memórias QLC são ainda menos confiáveis que os módulos TLC, por isso não são indicadas para uso comercial.

3D V-NAND

O 3D V-NAND é a derivação da tecnologia MLC mais encontrada em unidades SSDs. Em vez de ter células de memória flash empilhadas horizontalmente, a tecnologia V-NAND permite empilhar células de memória verticalmente.

Essa capacidade de empilhamento permite entregar mais capacidade que os SSDs MLC tradicionais sem um aumento dramático no preço.

Quer compartilhar pastas e arquivos em rede de forma segura? Use um storage NAS

Armazenar dados no SSD é seguro?

Em geral, a maioria dos módulos SSDs são mais seguros que qualquer hard disk, mas não possuem a mesma vida útil que seus pares eletromagnéticos.

Discos SSD baseados em memórias TLC são mais baratos, mas possuem células que suportam um volume menor de gravações e possuem um ciclo de vida menor que outros módulos flash.

Como conclusão, ao atualizar o hard disk de seu computador ou servidor por um módulo SSD barato, o risco de perda de dados pode aumentar consideravelmente.

Memorias SSD corporativas também falham

Além disso, mesmo as memórias corporativas do tipo SLC NVMe podem falhar. Isso significa que o risco de perder dados sempre existe, inclusive nos sistemas profissionais de armazenamento.

Dito isso, o preço de qualquer SSD pode ser o menor dos problemas quando o assunto é a falha em um computador pessoal ou servidor corporativo.

Assim, vale lembrar que ter uma solução confiável de backup sempre garante a segurança dos dados, mesmo em situações extremas.

Os Melhores storages para backup

As tecnologias de conexão

Além dos componentes utilizados nas memórias SSD, o barramento para conexão tem um papel importante quando o assunto é desempenho.

Cada memória SSD possui um tipo de conexão disponível para seu dispositivo hospedeiro, que varia de acordo com cada aplicação. As tecnologias mais usadas para comunicação um SSD e seu host podem ser:

• SATA III - 6Gbs
• SATA Express - SATAe
• M.2 - SATA
• M.2
• PCIe - PCI Express
• U.2
• mSATA
• PCIe NVMe

O primeiro passo para escolher corretamente um SSD é identificar quais são as opções de conexão disponíveis em seu computador, servidor ou storage que podem receber o novo módulo.

As características de cada tecnologia

Conforme citamos anteriormente, existem alguns tipos de conexões para os SSDs. A seguir, vamos conferir um resumo sobre cada uma delas.

SATA Express

SATA Express

- Consegue chegar até 10 GB/s de velocidade
- Possui conexão híbrida
- É compatível com os padrões SATA 1, 2 e 3
- Não possui limitação quanto a velocidades de transferência
- Apresenta boa velocidade
- Permite inserir mais de um SSD para o armazenamento
- Possui 1580 MB/s de velocidade máxima
- Necessita de espaço livre no gabinete da máquina
- Muito mais caro que outros SSD

SATA M.2

SATA M.2

- Possui velocidade até 10 GB/s
- Mais capacidade de armazenamento, atinge 2 TB
- Possui dimensões reduzidas e pode ser acoplado com facilidade
- A transferência de dados é feita de forma rápida
- Possui suporte AHCI e NVMe
- Permite a realização de várias tarefas na máquina
- Chega a transferir até 1 GB dependendo do local

PCI Express

PCI Express

- Alcança até 1.400 MB/s na velocidade de leitura
- Intel série 750 (modelos)
- Pode chegar aos 1.200 MB/s na gravação
- São caros se comparados aos outros modelos
- Algumas placa-mães não são compatíveis
- Possuem alta velocidade

NVMe

NVMe

- Software básico de otimização para interfaces PCIe
- Melhor desempenho de um SSD
- Menor tempo gasto para acessar arquivos
- Usa o barramento PCI Express e sua velocidade no acesso ao hardware
- Principal função é a diminuição nos tempos gastos para o I/O

Como escolher o melhor módulo SSD?

Após as explicações sobre os NANDs e as tecnologias de conexão, vamos aos pontos importantes da questão. Capacidade, velocidade, taxas de transferência sustentadas e preços são alguns itens que devem ser considerados para identificar qual é o melhor SSD para cada aplicação.

Empresas como a Seagate, WD, Kingston e Samsung possuem em seus portfólios centenas de memórias SSD, com vários formatos de conexão, diferentes capacidades de armazenamento e capazes de suportar diferentes aplicações.

Fale com nosso especialista!
Ligue: (11) 3475-5000

Discos SDD

Tudo o que você precisa saber sobre soluções de Discos SDD.

O que é SSD (Solid-State Drive)?
O que é SSD (Solid-State Drive)?

As unidades de armazenamento SSD oferecem vantagens sobre os HDD, mas será que elas são o melhor armazenamento para sua aplicação? Clique e Saiba Mais

Storage NAS Caseiro? Será que um Servidor desses resolve?
Storage NAS Caseiro? Será que um Servidor desses resolve?

Storage NAS Caseiro? Será que um Servidor NAS desses resolve? Montar um servidor de arquivos ou storage caseiro pode colocar suas informações em risco

HDs Externos de Alta Capacidade
HDs Externos de Alta Capacidade

HDs Externos de Alta Capacidade, Conheça nossa linha de produtos de HDs Externos de Alta Capacidade, clique e acesse!