Quais são os principais riscos ao armazenar dados na nuvem?

Armazenar dados na nuvem apresenta algum tipo de risco? Os serviços para armazenar dados em nuvem estão em alta, mas nem tudo são flores.

Aplicações em nuvem como armazenamento e backup geralmente representam flexibilidade, colaboração e capacidade de expansão, porém também acompanham contrapontos que podem colocar em risco as operações de seus usuários.

Armazenamento em nuvem - principais riscos

Abaixo listaremos alguns riscos que devem ser analisados antes de se adotar qualquer solução cloud.

1- Dados na nuvem significa que alguém mais terá seus dados

De forma geral, fazer upload ou replicar dados na nuvem significa simplesmente gravar dados em servidores de outra empresa. Apesar de qualquer outro discurso, é isso o que realmente acontece.

Claro que provedores de armazenamento em nuvem possuem diversos protocolos de segurança para proteger suas informações armazenadas, mas isso não é garantia de privacidade ou segurança.

Isso geralmente significa que, caso haja um ataque feito por hackers ou mesmo algum mandado do governo exigindo que os dados sejam entregues, na maioria dos casos suas informações permanecerão seguras e protegidas.

Conheça a linha de storages all flash Seagate

2- Suporte técnico deficiente ou inexistente

Seja em sua infraestrutura de TI ou na contratação de qualquer serviço de nuvem, imprevistos sempre farão parte do cotidiano. Por isso um bom time de suporte técnico sempre é indispensável.

Grandes empresas geralmente sofrem com a rotatividade de seus times de suporte técnico, principalmente em países em desenvolvimento como o Brasil.

Nesses casos, times internos sempre entregarão níveis menores de downtime, principalmente devido ao menor turnover, maior familiaridade ao ambiente, aplicações e de outras ferramentas utilizadas.

3- O mesmo ambiente é compartilhado por milhares de contas

Mesmo que seus dados da nuvem não sejam compartilhados, as instalações físicas (datacenters) em que os mesmos estão hospedados são.

Mesmo que sua empresa tome todas as medidas de segurança possíveis, sempre haverá chance de que arquivos maliciosos enviados para o mesmo servidor onde seus dados estão hospedados também possam infectá-lo ou impactar suas operações de alguma forma.

Mesmo empresas de porte global falham em manter hardware e software sempre atualizados. Por isso, se essa preocupação existe, atualmente é relativamente simples considerar a criação e configuração uma nuvem privada de dados interna através da compra de um NAS.

Crie uma nuvem privada de dados com um NAS

4- Interrupções

Problemas de hardware acontecem. Mesmo em ambientes de alta disponibilidade, esporadicamente você poderá se deparar com alguma interrupção nos serviços de nuvem contratados.

Falhas nos servidores, storages, erros humanos, malwares, invasões ou atualizações de hardware / software sempre podem causar danos colaterais não previstos.

Alguns serviços de armazenamento em nuvem possuem recursos de segurança adicionais que podem ser contratados para evitar a perda de dados, porém interrupções podem acontecer a qualquer momento, mesmo em infraestruturas de TI sem histórico prévio de problemas.

5- Cibercrimes

Ataques como o ocasionado pelo ransomware WannaCry continuam fazendo parte de nossa lista de preocupações com segurança.

Uma simples vulnerabilidade descoberta no sistema operacional pode causar grandes estragos em milhares de servidores simultaneamente, prejudicando milhões de empresas e usuários.

Mesmo que um provedor de nuvem ofereça criptografia, possua uma robusta política de segurança e privacidade, não registre dados e mantenha a equipe interna longe das senhas de seus consumidores, cada empresa possui diferentes políticas de atualização para o hardware e software de seu parque instalado.

6- Vigilância governamental

Na era digital os governos estão cada vez mais empenhados em verificar o que empresas e cidadãos estão fazendo on-line. Não é raro provedores de serviços em nuvem serem intimados a entregar dados de seus usuários por qualquer razão oficial.

Alguns desses atos são verdadeiras violações de privacidade, porém brigar com o governo nunca é uma boa ideia. Nenhuma medida de segurança adotada por qualquer empresa pode igualar o poder de um mandado governamental.

Dúvidas? Fale com nosso especialista!

7- Propriedade de dados

Embora você acredite que armazenar seus dados na nuvem não afeta seu direito de propriedade, vários advogados não pensam dessa maneira.

Apesar dessa discussão acontecer principalmente no mercado americano, sempre vale a pena conferir o contrato de licença antes de adquirir esse tipo de serviço.

Por tratar-se de uma discussão não ainda regulamentada em diversos países, somente poucos legisladores entendem dessas novas tecnologias e muitas vezes não tem respostas formadas sobre questões relacionadas ao tema.

8- Falta de regulamentação

Outro ponto importante é que não ainda não existe regulamentação clara sobre o armazenamento de dados na nuvem.

O que vale para o Brasil não vale para outros países e, como nossos dados passeiam entre datacenters ao redor do mundo, chegar a um consenso sobre o assunto é muito difícil.

Sabendo disso, algumas empresas dessa área podem fazer o que quiserem com nossos dados, sendo que vários desses serviços parecem existir apenas para lucrar com a exploração do uso de nossos dados indiscriminadamente.

9- Outros riscos da nuvem

Como sabemos, computação em nuvem nada mais é que contratar, implementar e disponibilizar serviços através de aplicações instaladas em infraestruturas de TI e datacenters de terceiros.

Falta de controle sobre o ambiente, problemas com performance e falta de transparência na gestão do sistema são apenas algumas questões que envolvem um ambiente cloud. Mesmo implementar uma pequena nuvem privada para troca de arquivos já é um passo importante e que exige muito estudo.

Quer compartilhar pastas e arquivos em rede de forma segura? Use um storage NAS

Salvar arquivos na nuvem é seguro?

Apesar de todos os recursos de segurança disponíveis em ambientes de nuvem, na maioria dos casos a equipe interna é mais ágil para solucionar problemas do que o serviço de suporte de qualquer provedor.

Qualquer empresa ou usuário que já fez a migração para nuvem torna-se apenas mais um cliente. Essa relação acaba sendo injusta, principalmente quando contratamos uma nuvem sem um contrato bem definido.

Questões como privacidade, segurança, performance, controle e disponibilidade do sistema tornam-se apenas parte do contrato e, quase sempre, necessidades individuais não se sobrepõe aos interesses do provedor.

Nesse cenário, muitas vezes manter a infraestrutura de TI existente e criar uma nuvem privada com recursos próprios pode fazer mais sentido.

Junte-se a mais de 40.000 Pessoas e Conheca as Novidades do Mundo: Armazenamento de dados!

Armazenamento de dados

Tudo o que você precisa saber sobre soluções de Armazenamento de dados.

O que é armazenamento em nuvem? Saiba mais sobre esse serviço.

O que é armazenamento em nuvem? Saiba mais sobre esse serviço.

Saiba mais sobre armazenamento em nuvem: Como funciona, quais são os principais fornecedores e quais são as principais limitações desse serviço.

O backup na nuvem funciona para pequenas e médias empresas?

O backup na nuvem funciona para pequenas e médias empresas?

Muitas empresas têm recorrido a soluções de backup em nuvem sem uma boa análise de riscos. Confira algumas dicas antes de adotar uma solução de backup

Dicas importantes para comprar o storage certo.

Dicas importantes para comprar o storage certo.

Nem sempre o preço é a variável mais importante ao comprar um storage. Evite colocar em risco suas informações importantes aqui.