Block Storage vs File Storage? Saiba quais são as diferenças


Block Storage vs File Storage? Quais são as diferenças entre essas tecnologias e como eles impactam a vida do administrador de TI? Implementar uma nova solução de armazenamento nem sempre é uma tarefa simples. Confira nossas dicas entre usar um sistema baseado em armazenamento de arquivos e a alternativa do block level storage.

Block Storage e File Storage

File storage ou armazenamento baseado em arquivos

Nada supera a simplicidade do armazenamento baseado em arquivos, principalmente quando precisamos apenas de um local para armazenar arquivos brutos. A estrutura de um file storage consiste em simplesmente ter um local centralizado, altamente disponível e acessível para armazenar arquivos e pastas no ambiente de rede.

Geralmente usados para compartilhar dados entre os usuários, as soluções de armazenamento baseadas em arquivos também são conhecidas como Network Attached Storage (NAS) e fornecem muito espaço a um custo geralmente menor do que sistemas baseados no armazenamento em blocos.

Esses dispositivos utilizam protocolos comuns para acessar e compartilhar arquivos em rede, como SMB / CIFS (Windows), AFP (Mac OS) e NFS (Linux, VMware). Isso também significa que, em muitos casos, o dispositivo de armazenamento (NAS) precisa gerenciar tarefas como o controle de acesso do usuário e a atribuição de permissões. Em redes corporativas esses dispositivos geralmente estão integrados aos sistemas de autenticação e segurança existentes, proporcionando maior controle dos acessos aos dados.

File storage como solução de backup

Utilizar um file storage como solução de backup para pequenas e médias empresas pode ser muito simples. Fabricantes como a Qnap geralmente dispõe de ferramentas úteis como o Netbak Replicator, incorporadas gratuitamente aos seus produtos.

File Storage NAS Qnap como solução de backup

Com a ressalva de que você pode precisar executar algumas etapas em relação à autenticação, permissões e destinos de backup, os dispositivos que trabalham com arquivos geralmente são mais fáceis de configurar do que os de em blocos de dados.

O problema de implementar um file storage como solução de backup é que quando arquivos grandes são modificados, os mesmos tem que ser totalmente reescritos, tomando mais tempo para realizar a cópia.

Caso sua aplicação de backup exija altos níveis de desempenho no armazenamento, tenha muito cuidado com a opção de sistemas que fazem cópias baseadas em arquivo. Essa opção é válida apenas quando o backup não congestionará a rede local ou prejudicará os serviços da rede. Planos de backup que exigem mais desempenho estão geralmente associadas à maiores investimentos e ao armazenamento em bloco (block storage).

Os dispositivos de armazenamento em bloco geralmente são configuráveis para capacidade e desempenho. Embora os dispositivos voltados para armazenamento de arquivo tenham um componente de desempenho, geralmente os maiores atributos desse tipo de solução é a capacidade de armazenamento e o baixo custo.

Aplicações do armazenamento baseado em arquivos (NAS):

- Armazenamento de arquivos em rede. Quando vários usuários precisam simplesmente de um local para armazenar arquivos.

- Ambientes colaborativos: Quando algum workflow utiliza e compartilha o mesmo arquivo e precisa de intervenção de diversos usuários dentro de uma organização.

- Onde o crescimento de dados não pode ser mensurado. Storages NAS são facilmente escaláveis, proporcionando flexibilidade aos dados não estruturados.

- Para prover múltiplos acessos simultâneos. Por não depender de um servidor de aplicação, um file storage pode servir facilmente como uma central de armazenamento em rede, liberando o servidor para outras aplicações.

- Backup de pequenas e médias empresas: Devido ao seu preço e facilidade de implantação, um sistema de armazenamento baseado em arquivos pode facilmente servir como centralizador de backup de pequenas e médias empresas.

- Cold storage: Cold storage é uma área de armazenamento secundária, por isso mais barata que a área de produção. Essas áreas são reservadas para manter arquivos poucos acessados, porém ainda necessários para a organização.

- Armazenamento de VMware (NFS). Os hosts VMware podem se conectar a um file storage via NFS, além de usar o armazenamento em blocos (iSCSI).

- Serviços cloud privativo: A maioria dos NAS possuem recursos para criação de um sistema de armazenamento baseado em nuvem. Isso significa disponibilizar acesso a todos os arquivos armazenados via internet.

- Montar um servidor de arquivos: Devido a grande quantidade de ferramentas, montar um file server utilizando um NAS é fácil e poupa muitas dores de cabeça.

Conheça a linha de storages Qnap

Armazenamento em bloco ou block level storage

Pense no armazenamento em blocos como um hard disk que equipa seu computador. Nele, os volumes brutos de armazenamento são criados e, em seguida, o sistema operacional (do computador, servidor ou workstation) se conecta a eles e os utiliza como discos rígidos individuais.

Isso torna o armazenamento que divide os dados em blocos utilizável para virtualmente qualquer tipo de aplicativo, incluindo armazenamento de arquivos, de banco de dados, volumes do sistema de arquivos de uma máquina virtual (VMFS) e muito mais.

Dúvidas? Fale com nosso especialista!

Como funciona o armazenamento em bloco de dados?

Embora o armazenamento em bloco seja extremamente flexível, sempre será necessário criar um volume, implantar um sistema operacional e, em seguida, conectar-se ao volume criado; no mundo do armazenamento baseado em arquivos, o sistema operacional do dispositivo de armazenamento é o responsável pelo gerenciamento dos arquivos e pastas armazenados.

Já em soluções de armazenamento baseadas em blocos permitem que você instale qualquer tipo de sistema de arquivos. Assim, caso você esteja executando o Windows, seus volumes serão formatados com NTFS ou, caso você opte por servidores VMware, seu block storage utilizará o VMFS.

Ao criar um volume baseado em bloco e, em seguida, instalar um sistema operacional e anexá-lo a esse volume, é possível compartilhar arquivos usando esse sistema operacional nativo. Lembre-se, quando você usa um volume baseado em bloco, basicamente usa um disco rígido vazio com o qual pode fazer qualquer coisa.

O block storage corporativo

Qualquer pessoa que tenha usado uma SAN (Storage Area Network) provavelmente já usou o armazenamento baseado em blocos antes. O armazenamento em blocos se apresenta aos servidores usando mecanismos de conectividade como o Fibre Channel e/ou iSCSI. Na sua forma mais básica, pense no armazenamento em blocos como um disco rígido em um servidor, exceto que esse disco estará instalado em um chassi remoto e será acessado usando os protocolos Fibre Channel ou iSCSI.

Block Storage corporativo

Como o armazenamento em blocos divide os dados em pedaços e os identifica individualmente, o sistema armazena esses blocos no espaço que for mais conveniente, dissociando os dados do ambiente. Isso significa que alguns dados podem ser armazenados em um ambiente Linux e outros em uma unidade Windows. Assim, quando esses dados são solicitados, o software de armazenamento responsável remonta os blocos a partir desses ambientes e os apresenta ao usuário. Normalmente esse sistema é implantado em redes de área de armazenamento (SAN) e precisa estar associado a um servidor.

No que diz respeito à complexidade do gerenciamento, os dispositivos de armazenamento baseados em blocos tendem a ser mais complexos que seus equivalentes baseados em arquivos; esse é o preço a ser pago pela flexibilidade adicional.

A convergência do armazenamento de blocos e arquivos

Os mundos de blocos e arquivos estão convergindo. Alguns storages híbridos, como os do fabricante Infortrend, incluem recursos em nível de bloco e arquivo. Portanto, se você precisa simultaneamente de um file storage e um block storage, um dispositivo híbrido pode atender às suas necessidades.

Esses sistemas armazenam arquivos e pastas e a visibilidade é a mesma para os clientes acessando e para o sistema que os armazena. E isso significa o melhor dos dois mundos, ou seja, criar volumes de armazenamento em nível de arquivo para armazenamento compartilhado (NAS) e volumes de armazenamento em nível de bloco para armazenamento dedicado (DAS/SAN).

File storage ou block storage?

Protocolos como o iSCSI, FC, FCoE e NFS tem flexibilizado a decisão entre implementar um file storage ou um sistema baseado em block level storage. Equipamentos com múltiplas conexões podem facilmente suportar aplicações do armazenamento em blocos e de arquivos no mesmo chassi. Traga seu projeto e tire suas dúvidas. Somos distribuidores autorizados de fabricantes como Seagate, Western Digital, Qnap, Synology e Infortrend e especialistas em sistemas de armazenamento de dados.

Junte-se a mais de 40.000 Pessoas e Conheca as Novidades do Mundo: Armazenamento de dados!

Armazenamento de dados

Tudo o que você precisa saber sobre soluções de Armazenamento de dados.

Arranjos de discos, um para cada aplicação

Arranjos de discos, um para cada aplicação

Por que montar um arranjo de discos RAID? Saiba mais porque discos trabalhando em conjunto podem ajudar sua empresa ou residência.

Alta disponibilidade ou High Availability

Alta disponibilidade ou High Availability

Saiba mais sistemas de alta disponibilidade e não deixe a empresa parar. Servidores e storages HA evitam a perda de dados e interrupção nas operações.

Qual storage comprar, NAS ou DAS?

Qual storage comprar, NAS ou DAS?

Saiba quais são as principais diferenças entre os sistemas de armazenamento NAS ou DAS e escolha qual atende suas necessidades.