Atendimento por WhatsApp

Enterprise NAS, um sistema de armazenamento em rede corporativo

Enterprise NAS, um sistema de armazenamento em rede corporativo

Os sistemas de armazenamento conectado à rede (NAS) beneficiam empresas de todos os tamanhos. Porém escolher o NAS mais adequado às necessidades de cada empresa exige a compreensão de uma série de fatores, que sempre envolvem características técnicas e o tipo de serviço a ser prestado pelo novo sistema de armazenamento.

Os storages NAS disponíveis diferem amplamente em desempenho, capacidade e escalabilidade. Enquanto um NAS doméstico simples pode ser perfeito para um escritório ou residência, ambientes de compartilhamento de arquivos empresariais provavelmente precisarão de um NAS corporativo.

Conheça a linha de storages Seagate

O que é um Enterprise NAS?

Um enterprise NAS é uma solução de armazenamento em rede com capacidade, desempenho e segurança escaláveis, voltado para dados não estruturados. Esses sistemas de armazenamento corporativos podem atingir Petabytes de armazenamento e possuem um alto nível de gerenciamento e disponibilidade.

Esses equipamentos são especialmente importantes à medida que diferentes sistemas de arquivos baseados em rede proliferam dentro das grandes organizações, onde o grande desafio acaba sendo o gerenciamento eficaz dos dados.

Os midrange e os Enterprise NAS

Apesar de alguns NAS corporativos de médio porte atenderem centenas de usuários de forma simultânea, esses equipamentos nem sempre podem ser integrados a sistemas de armazenamento unificados globais.

Já um enterprise NAS pode ser consolidado em infraestruturas globais e suportar milhares de usuários, graças a estrutura lógica conhecida como global namespace.

Esses NAS corporativos possuem ferramentas que permitem gerenciar grandes volumes de dados e pontos de junção dentro da infraestrutura de dados, com diferentes sistemas operacionais e distribuídos em diferentes localidades.

Dúvidas? Fale com nosso especialista!

Principais características de um enterprise NAS

Diferentemente de um NAS de médio porte, um enterprise NAS possui características técnicas próprias, voltadas principalmente para integrar grandes infraestruturas de dados.

O desempenho e a capacidade dos NAS corporativos são altamente escaláveis, oferecem um console de gerenciamento centralizado e possuem diversos recursos nativos para proteção de dados.

1- Um NAS enterprise deve ser escalável

Quando os primeiros Network Attached Storages surgiram, a única maneira de expandir sua capacidade de armazenamento era comprar outro sistema. E isso foi feito até que esses sistemas se tornassem vítimas do próprio sucesso.

Devido a facilidade de instalação e a flexibilidade, os NAS invadiram os datacenters, dificultando assim o gerenciamento de diversos equipamentos individuais conectados na mesma rede.

Para otimizar essas infraestruturas sobrecarregadas e solucionar problemas de dispositivos individuais de diversos fabricantes, sem mencionar que o espaço no ocupado nos racks, os sistemas de armazenamento em rede evoluíram em capacidade e desempenho.

Conheça as Soluções All Flash Storage

Existem dois tipos de arquiteturas escaláveis NAS: O armazenamento scale-up e scale-out. A estrutura scale-up significa instalar drives ou placas adicionais a um sistema de armazenamento existente para obter maior capacidade e processamento.

O número de controladores do sistema define a quantidade máxima de CPU, discos e memória da solução, o que limita o número de hard disks do arranjo. Alguns sistemas de armazenamento (como os fabricados pela Qnap) permitem a expansão do sistema através da instalação de módulos de discos adicionais.

Sistemas de armazenamento Qnap realizam expansão do sistema através da instalação de módulos de discos adicionais

O armazenamento scale-out é uma arquitetura NAS distribuída, que pode ser dimensionada através da utilização de clusters. Cada novo nó (NAS) adiciona mais desempenho e capacidade ao sistema global distribuído.

Ambos os sistemas permitem que a gerência de TI distribua volumes lógicos dentro de unidades físicas hot-swap com recursos de segurança como a reconstrução automática de RAID.

Alguns fabricantes também já incorporam em seus equipamentos gateways NAS para integração transparente com serviços de nuvem.

2- O NAS deve possuir gerenciamento

Seja uma solução de armazenamento em rede scale-out ou scale-up, qualquer NAS corporativo deve possuir uma interface centralizada de gerenciamento.

Essa ferramenta deve permitir que o administrador de TI configure facilmente novas unidades de disco, expansões e nós, incluindo políticas e partições lógicas.

Características adicionais como a desduplicação e compactação de dados nativas facilitam o gerenciamento do espaço e possibilitam armazenar ainda mais arquivos que servidores e storages sem esses recursos.

Os namespaces globais simplificam o gerenciamento de arquivos para sistemas de armazenamento de larga escala. A tecnologia de namespace global expande logicamente sistemas de arquivos únicos de alguns terabytes para dezenas de petabytes e bilhões de arquivos.

Conheça a linha de storages Infortrend

3- A proteção de dados

A maioria dos administradores de TI geralmente usam suas soluções de backup para fazer cópias de segurança e recuperação de dados no ambiente ou em locais remotos. Um enterprise NAS flexibiliza essa proteção de dados, fornecendo ferramentas adicionais como a replicação de dados, snapshots de volumes e armazenamento das imagens de backup dentro de arranjos RAID locais ou remotos.

As mesmas práticas para proteção de dados recomendadas para outros dispositivos de armazenamento devem ser aplicadas aos enterprise NAS:

- Combinar sempre a importância e a prioridade do acesso aos dados com as opções de proteção compatíveis disponíveis.

- Sempre armazenar o backup fora do ambiente de trabalho, usando ferramentas como a replicação de dados e os instantâneos de volume.

O que deve ser analisado antes de comprar um enterprise NAS

A escolha do melhor NAS corporativo deve sempre ser pautada na necessidade de cada projeto. Para algumas necessidades, o equipamento a ser escolhido será o que oferece o maior desempenho, favorecendo a implantação de sistemas All Flash.

Sistemas All Flash de alto desempenho

Para outras aplicações, pode ser que o hardware que consiga a melhor compactação de dados no menor espaço de armazenamento seja mais importante. Outras demandas podem ainda exigir o menor custo por terabyte, mais disponibilidade ou maior segurança do sistema.

Por isso, antes de decidir, investigue os seguintes pontos:

Capacidade: Quantos terabytes sua empresa precisa armazenar? Considere as necessidades atuais e futuras. Observe com atenção a facilidade de expansão que a solução oferece e a vida útil estimada do seu hardware.

Desempenho: Qual a taxa de transferência que o NAS oferece e qual o tempo de latência que seus usuários podem tolerar? Essa resposta determinará se o NAS deverá ser equipado com hard disks SATA, SAS ou memórias SSD.

Aplicações de vídeo, Machine Learning e virtualização de desktop (VDI) exigem maior desempenho, geralmente disponível apenas em soluções All flash com muito cache e memória on-board.

Por outro lado, aplicações como apenas montar um servidor de arquivos para uma pequena filial podem ser atendidas com storages NAS equipados com hard disks de baixo custo.

Aplicação: Quais serão as aplicações do equipamento na empresa? Muitas soluções de armazenamento fornecem soluções prontas para algumas necessidades, como análise de big data ou VDI, oferecendo vantagens sobre sistemas de armazenamento mais genéricos.

Espaço físico: Alguns enterprise NAS suportam petabytes de armazenamento em apenas um dispositivo. Existem também sistemas que comprimem uma quantidade incrível de dados para em formatos de armazenamento muito reduzidos.

Isso reduz custos relacionados a locação de datacenters, mas pode aumentar as necessidades de resfriamento e tornar o gerenciamento um pouco mais difícil.

Infraestrutura de rede: Ao contrário dos dispositivos SAN que utilizam sua própria infraestrutura, os enterprise NAS são incorporados diretamente na rede ethernet existente. Isso exigirá que o novo hardware possua portas de comunicação compatíveis e suporte os protocolos de rede usados em seu ambiente.

Confiabilidade e disponibilidade: NAS corporativos de empresas como a Qnap, Infortrend e Synology incorporam recursos como RAID e redundância de componentes para melhorar a disponibilidade dos serviços.

NAS corporativos de empresas como a Qnap, Infortrend e Synology

Esses sistemas também oferecem diversas ferramentas para a sincronização automática de dados, recuperação de desastres e failover de portas automático.

Desduplicação e compactação: Os enterprise NAS oferecem recursos para reduzir a quantidade de espaço consumido pelos dados armazenados. Ao calcular seus custos totais, é importante levar essas habilidades em consideração.

Se um sistema All Flash puder compactar os dados de forma que ocupem metade do espaço que ocuparia normalmente, isso mudará significativamente seu custo por terabyte.

Segurança: Os storages NAS empresarias precisam incorporar recursos de segurança como gerenciamento nos acessos, autenticação em vários passos e criptografia integrada para proteger seus dados.

Sistema operacional e softwares: Todos os NAS exigem o uso de algum tipo de sistema operacional para funcionar. Enquanto alguns permitem que o usuário escolha entre Windows, Linux e outros, alguns fabricantes optam por usar sistemas proprietários ou licenciar seus sistemas para o uso de sistemas como o ZFS (Oracle) ou Ontap (NetApp).

Usar um sistema operacional conhecido simplifica a manutenção e pode ajudá-lo a manter os custos baixos. Por outro lado, alguns sistemas operacionais proprietários oferecem mais ferramentas úteis, flexibilidade e capacidade de gerenciamento.

Garantia e suporte: A compra de um NAS corporativo exige a contratação de serviços como suporte pós-vendas e manutenção 24x7. Equipamentos adquiridos através de eCommerces ou importados ilegalmente geralmente não possuem esses serviços, causando a interrupção dos serviços e eventualmente a perda de dados.

Melhores Storages Rackmount

Vai comprar um NAS corporativo?

Comprar um enterprise NAS pode ser a solução de muitos problemas de armazenamento ou chegada de novas dores de cabeça.

Enquanto um NAS doméstico atende apenas um grupo pequeno de usuários, um NAS para empresa deve ser capaz de suportar múltiplos acessos, ser seguro, suportar todas as aplicações corporativas exigidas e possuir alta disponibilidade.

Antes de comprar um NAS corporativo é necessário ter plena compreensão de que o conjunto formado pelo equipamento, softwares e serviços prestados pelo fornecedor são os responsáveis pelo atendimento das necessidades envolvidas no projeto de armazenamento.

A maioria dos fornecedores soluções para o armazenamento de dados oferecem em sua linha de produtos NAS corporativos. Empresas como Western Digital, Seagate, Infortrend, Qnap e NetApp possuem diversos enterprise NAS em seu portfólio, por isso observe que cada sistema oferece diferentes opções de preço, capacidade e desempenho.

Traga seu projeto e tire suas dúvidas, somos especialistas em sistemas de armazenamento de dados e distribuidor autorizado de empresas líderes como Seagate, Qnap, Western Digital e Infortrend.

Fale com nosso especialista!
Ligue: (11) 3475-5000

Armazenamento de dados

Tudo o que você precisa saber sobre soluções de Armazenamento de dados.

Sistemas de armazenamento primário, secundário e de camadas
Sistemas de armazenamento primário, secundário e de camadas

Quais as diferenças entre sistemas de armazenamento primário, secundário e de camadas? Saiba mais sobre o assunto e tire suas dúvidas conosco.

O que é e quais são as vantagens do iSER?
O que é e quais são as vantagens do iSER?

iSER é um recurso que garante melhorias significativas na performance do ambiente de armazenamento, menor latência e maior largura de banda, confira

O que é um Storage de alta disponibilidade (HA)?
O que é um Storage de alta disponibilidade (HA)?

O que é um Storage de alta disponibilidade (HA)? Conheça nossas soluções resistentes a falhas de hardware, software e energia e não perca mais dados.